Icone informações
Quero agendar
uma consulta
Icone informações
Quero mais
informações
Sobre o que você deseja saber?
Preencha os dados abaixo, selecione o assunto de interesse e receba informações exclusivas!

Melhor Idade para Engravidar: Saiba Quando é Seguro e o Que fazer

Melhor Idade para Engravidar: Saiba Quando é Seguro e o Que fazer

Postado em: 16 de junho de 2020

Atualizado por danijardim em 16 de junho de 2020

Corrigido por Luciana Embriologista. Você sabe qual a melhor idade para engravidar? Nas últimas décadas, a maternidade tem sido cada vez mais adiada pelas mulheres por diversos motivos diferentes, seja por querer aproveitar mais a vida ou pela busca da estabilidade financeira e profissional.  Embora seja de conhecimento de todos que a fertilidade, tanto feminina […]

Corrigido por Luciana Embriologista. Você sabe qual a melhor idade para engravidar? Nas últimas décadas, a maternidade tem sido cada vez mais adiada pelas mulheres por diversos motivos diferentes, seja por querer aproveitar mais a vida ou pela busca da estabilidade financeira e profissional. 

Embora seja de conhecimento de todos que a fertilidade, tanto feminina quanto masculina, diminui progressivamente com o passar do tempo, a decisão da gravidez tardia é uma realidade nos dias atuais.

No entanto, a dúvida sobre qual é o momento certo para engravidar está sempre assombrando os casais que planejam em algum momento formar uma família. Passar da idade é a preocupação principal, enquanto a situação financeira, estabilidade profissional e a maturidade se somam à lista de metas prioritárias antes de pensar em ter um bebê.

Por outro lado, estudos realizados por cientistas britânicos nos mostram que, se antes a idade gestacional ideal da mulher era por cerca dos 20 anos, hoje o período ideal para engravidar gira em torno de 34 e 35 anos.

Mas a gravidez não é apenas uma questão de fertilidade. Existem fatores sociais e econômicos, planejamento familiar e diferenças de gênero, além de questões biológicas que devem ser consideradas.

Por isso, a melhor idade para engravidar é relativa, e deve ser analisada à cada caso em específico. Para ajudar a tirar todas as suas dúvidas, vamos analisar todos os fatores a se considerar para entender se existe mesmo uma faixa etária mais indicada para engravidar.

Confira!

Primeiro, o que dizem os números e as pesquisas

mulher com relógio no ventre esperando pela melhor idade para engravidar.

Existe um melhor idade para engravidar.

A gravidez tardia já faz parte da realidade de muitos casais nos dias de hoje, e este fenômeno vem aumentando já há algumas décadas. Em países como o Reino Unido, por exemplo, mais de 50% dos bebês nascem de mulheres acima de 30 anos. 

No Brasil, segundo o IBGE, esse índice também tem aumentado consideravelmente. Até 2005, 13% das mulheres tinham filhos entre os 30 e 34 anos, sendo que esse número já está atingindo mais de 20%. Além disso, o número de bebês que nascem de mães acima dos 35 anos tem aumentado bastante.

Embora do ponto de vista fisiológico os especialistas concordem que a gravidez ideal seria entre os 20 e 30 anos de idade, por conta da mulher apresentar maiores chances de engravidar, avanços na medicina têm sido verdadeiros aliados para quem deseja retardar a maternidade. 

Não há como negar que com o passar do tempo, a produção dos óvulos femininos diminui e pode dificultar a gravidez. Além disso, as chances de aborto espontâneo, hipertensão gestacional e complicações no parto aumentam após os 30 anos.

Por outro lado, cientistas britânicos realizaram um estudo publicado na revista “Health and Social Behavior”, que determinou após alguns testes específicos em mais de 3 mil casos clínicos, que a melhor idade para engravidar é entre 34 e 35 anos.

Então, de fato existe uma melhor idade para engravidar?

mulher com teste de gravidez nas mãos esperando ser a melhor idade para engravidar

Existe um melhor idade para engravidar, mas deve-se considerar váriso outros fatores.

Veja bem, embora esses cientistas tenham comprovado que a melhor idade para engravidar fica entre 34 e 35 anos, é preciso ainda considerar vários aspectos importantes em cada caso específico, sejam de âmbito biológico, social, demográfico, de gênero e planejamento familiar, além da idade.

O estudo em questão afirma que aos 20 anos, algumas funções do corpo ainda estão sendo formadas, sob o risco de algumas doenças se desenvolverem. Sendo que quando não se manifestam no início de sua formação, podem levar mais alguns anos para se manifestar. 

Portanto, na opinião deles, o prazo de tempo limite de 34-35 anos seria perfeito para atingir um nível de saúde ideal para que o corpo se encontre preparado para uma gestação saudável e sem riscos.

Por outro lado, observa-se que, após essa idade, as chances de contrair certas doenças aumentam novamente, tornando mais complicado a concepção e a curso da gravidez, em termos biológicos e de saúde reprodutiva.

Porém, outros aspectos importantes reafirmam a teoria do estudo britânico, visto que nesta idade, a mulher já experimentou e desfrutou da vida e de seu parceiro o suficiente para se dedicar à maternidade, além de poder contar com um certo nível de sucesso profissional e ser suficientemente madura para educar e cuidar de uma criança, fazendo com que a idade seja psicologicamente ideal para a gestação.

Além disso, psicólogos concordam que uma mulher nessa faixa etária ainda tem a energia e vitalidade necessárias para cuidar de um recém-nascido e lidar com as questões complexas da maternidade, o que demanda bastante em termos psicológicos, físicos e sociais.

Portanto, se você pretente adiar a gestação para mais alguns anos, considerando engravidar após os 30 anos, analise com carinho todas as perspectivas.

Melhor idade para engravidar na perspectiva biológica

Ginecologistas e especialistas em fertilidade, consideram que, levando em conta apenas a biologia, a melhor idade para engravidar, com menor risco de complicações na gravidez e no pós-parto, fica entre os 25 e 29 anos.

O problema é que há pouca informação sobre fertilidade. Embora algumas escolas ofereçam orientação em educação sexual, as informações se concentram apenas na prevenção da gravidez nessa idade. 

Por isso, na idade adulta muitos homens e mulheres não possuem informação suficiente sobre fertilidade, a não ser que busquem por seus próprios meios. Há casos de mulheres, por exemplo, que ao atingir 40 ainda se chocam em saber que estão entrando na menopausa e já não podem mais ter filhos.

Por outro lado, apesar dos tratamentos de fertilidade in vitro poderem aumentar as chances de uma concepção, é impossível fazer o relógio biológico voltar atrás. Por isso, o planejamento é fundamental quando existe o desejo de uma gravidez tardia.

Neste caso, homens e mulheres devem tomar essa decisão o mais cedo possível, para que as providências quanto à fertilidade possam ser sanadas, caso a gravidez seja adiada após o prazo limite da idade. 

As fertilizações in vitro podem acontecer em qualquer momento da vida, até os 40-45 anos, mas o ideal é congelar óvulos e espermatozóides até os 35 anos.

Melhor idade para engravidar na perspectiva social

Do ponto de vista social, há quem concorde que os benefícios de deixar para ter filhos mais tarde são maiores. Embora a perspectiva biológica seja importante, estudos demonstram que os casais que decidiram retardar a gestação, costumam ter um aumento de renda de cerca de 10% por cada ano postergado.

Nesse sentido, a melhor idade para engravidar seria 30 anos ou um pouco mais, de acordo com a perspectiva social. Há estudos, inclusive, que comprovam que filhos de mulheres mais velhas conseguem atingir níveis educacionais melhores e possuem um desenvolvimento cognitivo maior.

Os motivos para que isso aconteça não estão relacionados à idade, mas geralmente nas questões socioeconômica. Pois os pais com uma maior estabilidade profissional e melhores condições financeiras, em idade avançada, contam com mais experiência acumulada no mercado de trabalho, podendo proporcionar melhores condições e maiores influências aos seus filhos.

Melhor idade para engravidar na perspectiva de gênero

Sob a perspectiva de gênero, não existe uma melhor idade para engravidar. Isso porque, mesmo nos dias de hoje, ainda existem muitas barreiras estruturais para as mulheres, que dificultam a gravidez.

Por outro lado, os homens não parecem viver os mesmos problemas na paternidade. Normalmente, os problemas enfrentados vão desde o custo de creches para as crianças, diferenças salariais entre homens e mulheres, falta de apoio e incentivo à maternidade no âmbito profissional ao impacto nas carreiras das mães pela falta de flexibilidade em dividir as tarefas nos cuidados com os filhos.

Todos esses fatores influenciam e têm um grande impacto na decisão de ter filhos ou não. Por isso, enquanto essas questões não forem sanadas, a natalidade continuará a afetar a economia dos países e ditar as condições da mulher na sociedade.

Melhor idade para engravidar na perspectiva demográfica

Na perspectiva da demografia econômica também não há melhor idade para engravidar, sendo o momento ideal aquele em que o casal se sente pronto para formar uma família.

Da mesma forma que não há mulheres com menos de 20 anos de idade que se sintam prontas para criar filhos, existem também mulheres de 30 anos que problemas para engravidar, seja por questão biológica, financeira, profissional ou por não terem encontrado o parceiro ideal.

Além disso, existem muitos casais mais jovens, na casa dos 20 anos, que não conversam sobre suas intenções de quando formar uma família durante as primeiras fases da relação. 

Consequentemente, quando o relacionamento avança e é chegada a hora de falar sobre isso, as vezes até após o casamento, descobrem que possuem expectativas diferentes, retardando o momento de engravidar.

Melhor idade para engravidar sob a perspectiva do planejamento familiar

Especialistas em medicina reprodutiva afirmam que a fertilidade vai diminuindo conforme o passar da idade, tanto para as mulheres, quanto para os homens. No entanto, para as mulheres esse efeito é mais negativo, pois elas nascem com um número determinado de óvulos, que vão sendo perdidos ao longo da vida.

Não é possível determinar com precisão quando a fertilidade começa a diminuir mais rapidamente, pois também há fatores genéticos envolvidos. Além disso, quando há a preocupação com a melhor idade para engravidar, ela inclui a possibilidade de mais de um filho.

Estudos recentes feitos na Holanda, por exemplo, concluiram que, se a mulher deseja ter 90% de chance de conseguir conceber três filhos, ela precisaria engravidar a primeira vez aos 23 anos de idade. No caso de dois filhos, ela teria que começar aos 27 anos, e se quiser ter somente um, deve começar a tentar engravidar aos 32 anos.

Melhor idade para engravidar na perspectiva da idade

mulher g'ravida sentada olhando para a barriga crescendo

Há uma perspectiva para a melhor idade para engravidar em cada período.

Sob a perspectiva da idade, praticamente todos os fatores acima também infuenciam na decisão, por isso, vamos analisar cada idade separadamente abaixo:

Melhor idade para engravidar dos 20 aos 30 anos

Como já dissemos, do ponto de vista biológico, a melhor idade para engravidar seria no período dos 20 aos 30 anos. Afinal, a fertilidade feminina costuma estar a todo vapor nessa fase, além do organismo apresentar menos riscos de problemas na gestação e de o bebê apresentar defeitos genéticos, por conta de óvulos envelhecidos. 

A mulher tem essa desvantagem com relação à sua fertilidade. Ela já nasce com um estoque de óvulos e não continua mais a produzi-los. Pelo contrário, a quantidade só diminui e envelhece ao longo da vida dela. Para se ter uma ideia, quando a mulher nasce, ela possui aproximadamente 2 milhões de óvulos e já na puberdade restam apenas 400 mil.

Por outro lado, a gestação nessa idade raramente acontece por escolha e planejamento. Isso porque as mulheres dessa faixa etária ainda está focada na carreira e na construção de um patrimônio, e o desejo de formar uma família tem sido cada vez mais adiado. 

Além disso, nessa idade as mulheres ainda não se sentem maduras o suficiente para criar um filho. Hoje em dia as dificuldades para se tornar independentes são maiores e a adolescência está se prolongando por muito mais tempo. Assim, quando as meninas ainda estão no papel de filhas, a transposição para o papel de mãe demora bem mais, e o mesmo serve para os meninos. 

Engravidar antes dos 30 anos também ajuda a prevenir o câncer de mama, pois os hormônios produzidos durante a gestação induzem a produção de uma proteína que inibe o crescimento desse tipo de neoplasia. 

Além disso, a amamentação é como uma proteção natural para os seios, pois durante o aleitamento as células do tecido mamário sofrem alterações, ajudando a reduzir o risco da doença.

Melhor idade para engravidar a partir dos 30 anos 

A partir dos 30 até os 35 anos, a medicina e a maioria dos especialistas consideram a melhor idade para engravidar, por conta do organismo ainda estar apto para a concepção. 

Muitas mulheres também consideram esse o melhor período para a maternidade, pois já não são mais tão jovens e despreparadas, podem estar em relacionamentos mais estáveis, com o lado profissional e financeiro também equilibrado.

Como já vimos, isso é consequência direta de fatores sociais. De acordo com os dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados em 2013, as mulheres têm adiado a gravidez a cada ano que passa. 

Em 2012, 19% das mulheres que se tornaram mães no Brasil tinham entre 30 e 34 anos, sendo que o índice no Sudeste foi ainda mais alto, de 21,4%.

Já um estudo mais recente feito pelo Ministério da Saúde, divulgado em 2014, mostrou que até a virada do século 20, apenas 22,5% das mulheres esperavam até os 30 anos para engravidar. Hoje esse índice subiu para 30,2%. 

Por outro lado, é preciso lembrar que após os 35 anos, a concepção pode ficar mais difícil, tanto pela quantidade quanto pela qualidade dos óvulos, que diminui e só piora com o tempo. 

Portanto, se o desejo for postergar ainda mais a gravidez, a saída mais inteligente é congelar os óvulos, sem prazo de validade, para garantir a possibilidade de uma fertilização in vitro no futuro.

Melhor idade para engravidar após os 40 anos

Por conta de um novo estilo de vida da mulher nos últimos anos, é natural que muitas mulheres acabem adiando a maternidade até essa idade, seja por falta de parceiro estável ou por decisão própria mesmo. Além da maturidade, normalmente essa é uma fase da vida em que a mulher pode se dedicar mais aos filhos, sem ter a sensação de estar “perdendo” alguma coisa ou de estar deixando alguma oportunidade para trás.

É uma idade em que a carreira já proporciona certa estabilidade financeira. Em geral, mulheres dessa idade estão mais maduras, com uma vida estável e com maior disponibilidade de tempo para se dedicar à família. 

Por outro lado, se podia ser mais difícil aos 35 anos, após os 40 anos as chances de conseguir engravidar são ainda menores. Além disso, os cuidados na gravidez devem ser multiplicados, pois toda gravidez aos 40 anos ou mais é considerada de risco. 

Além da questão da fertilidade, as chances de ocorrer problemas na gestação também aumentam, como hipertensão, risco de aborto, alterações genéticas e pré-eclâmpsia. Portanto, se o seu desejo é engravidar por volta dessa idade, procure um profissional especializado em gravidez tardia. 

Já durante a gestação, o pré-natal é semelhante ao tradicional, com exceção de alguns exames a mais para avaliar a saúde da mãe e do bebê.

Vantagens da maternidade na idade jovem

mulher grávida com as mãos na barriga

Há vantagens na melhor idade para engravidar quando aidna jovem.

Embora a estatística mostre que as mulheres estão adiando a maternidade, há também aquelas que engravidam cedo, seja por escolha ou não. Na verdade, não há uma regra rígida, e cada mulher vai ter que lidar com a maternidade da sua forma.

A gravidez não tem a ver com a idade, mas com a maneira e a capacidade que esta mãe vai ter em se conectar e cuidar do seu filho. Além disso, a maternidade mais cedo também oferece benefícios para o casal, veja abaixo:

  • A gestante tem menos riscos de saúde e tem mais energia durante a gestação, além de ser menos estressada;
  • Os pais possuem mais energia para aproveitar ao máximo os filhos e curtir com eles cada fase;
  • A possibilidade de investir na carreira após os filhos crescerem, sem se preocupar em parar a carreira por conta da maternidade;
  • Pais jovens tem a possibilidade de acompanhar o crescimento e a adolescência de forma mais próxima;
  • A vida profissional, estudos e carreira não necessariamente são descartados para a mãe, pois atualmente é comum iniciar a faculdade e investir na vida profissional mais tarde, com mais certeza de suas decisões.

Vantagens em retardar a maternidade

  • Estando com a vida financeira e profissional estável, estará mais preparado para suprir mais tranquilamente as necessidades e gastos com a criança;
  • A mãe ou o casal possui mais maturidade e preparo emocional;
  • Possivelmente o relacionamento estará mais estável e preparado para a chegada do bebê;
  • A gravidez tardia traz a possibilidade de curtir o casamento, viajar e se preparar melhor para a maternidade;
  • A mãe pode ter mais tempo para se dedicar aos filhos e à família, sendo a volta ao mercado de trabalho opcional;
  • Pode retornar à carreira com mais facilidade após a maternidade, por conta da experiência profissional adquirida antes;
  • Poderá curtir os filhos e oferecer maior conforto, por conta do equilíbrio financeiro.

Em conclusão

A verdade é que não existe uma melhor idade para engravidar, de fato. O que se faz necessário é avaliar o melhor momento ou a melhor situação em que você se encontra. É o tipo de questionamento que deve ser feito individualmente e discutido abertamente entre o casal.

Portanto, o que deve existir é um planejamento familiar claro e consciente de todas as vantagens e desvantagens que influenciam a chegada de uma criança da vida do casal.

Além disso, a ansiedade de engravidar pode mascarar a maturidade emocional para esse momento. Isso porque é impossível determinar a hora certa de ter um filho. 

Assim, antes de avaliar idade, condições genéticas e hormonais, você deve estar de que ter um filho é uma responsabilidade grande, visto que não há garantias de um plano perfeito no curso dessa nova vida e na de vocês.

Portanto, além do fato deles estarem deixando a casa dos pais cada vez mais tarde, e não há como garantir que eles serão bem sucedidos em suas próprias vidas, você deve saber que terá que abrir mão de tempo, dar atenção e oferecer cuidados que serão 100% de sua responsabilidade. Um filho exige energia tanto física como emocional.

Por fim, seja qual for a sua decisão quanto a melhor idade para engravidar, não sucumba às pressões sociais, pois não há um padrão ideal para as nossas vidas.

A decisão de formar uma família e de qual o momento mais adequado é pessoal, e não pode ser tomada por influência de familiares ou da sociedade. Ter apenas um filho, dois ou nenhum é uma decisão exclusiva da mulher ou do casal, e a melhor idade para engravidar ou o momento ideal é quando estamos certos da nossa decisão.